31 agosto 2007

ENTRE O SANTO E O PROFANO

*Rev. Ashbell Simonton Rédua
asredua@yahoo.com.br

Há muitas questões levantadas com relação ao site de relacionamento “orkut”. Estas questões se polarizam pela facilidade de se cometerem atos ilícitos e lícitos que permitem ao usuário definir muito bem o seu caráter.
Optei por fazer parte deste site, foi uma opção minha, porque, de tanto ouvir nossos jovens e adolescentes falando sobre o site, há algum tempo já venho me familiarizando com a problemática toda que envolve os participantes das comunidades “orkuteiras”.
O meu interesse se estabeleceu no sentido de que devo estar onde os nossos jovens estão, de conhecer o que falam, sentem e como se expressam entre si, afinal eu sou um pastor e quero cuidar bem do meu rebanho.Apesar de ser uma ferramenta de relacionamento, mesclada ao entretenimento, é um ambiente de fácil navegação através dos ícones que dão acesso a todos os ambientes, mesmo tendo pouco conhecimento de informática.
O Orkut é uma rede amigos, que se agrupam em comunidades on-line com objetivo de tornar a vida social mais afetiva e estimulante, portanto é uma rede social que pode ajudar a manter relacionamentos existentes e estabelecer novos amigos.
Muitas comunidades fazem apologias a diversos assuntos polêmicos ou não, alguns até banais. Existem aquelas comunidades bem intencionadas, sérias e que contribuem com a cultura, particularmente no nosso interesse, a cultura religiosa, discussões teológicas, assim por diante, porém somos conscientes da existência de comunidades que são uma aberração contra tudo o que é puro, bom, sincero, honesto, agradável, etc.
Pois bem, nesta semana deparei-me com uma dessas comunidades, fazendo apologia à bebida, causando-me grande estranheza, pois jamais imaginei alguém que realmente ama o Senhor Jesus Cristo, que é um crente sincero, temente a Deus, de bom caráter, se pronunciasse utilizando o nome de uma Instituição Religiosa tão séria, como a Igreja Presbiteriana do Brasil. Trata-se do “Boteco da IPB” (http://www.orkut.com).
Esta comunidade além de fazer apologia à bebida, utilizando palavras como “presbirita”, “Presbibhama”, suscita nomes de líderes Presbiterianos de grande envergadura moral, cujo compromisso com Deus, com a Igreja e com a Fé Reformada são inquestionáveis, principalmente pelos grandes e relevantes serviços prestados ao Reino de Deus.
Ainda que o tópico do assunto: “papo do boteco (brincadeira)”, seja realmente brincadeira, a seriedade do assunto, e a tonalidade dos recados tomam outras direções, oposto ao padrão Bíblico do Homem Cristão.
Vejam as conversas iniciadas em 07 de fevereiro até 23 de agosto 2007:

- Gui Stitch - Ah, pensei numa brincadeira aqui.
Imagine um boteco de crentes, e vamos começar uma história cada um posta uma frase com quatro palavras e vamos ver o que sai...
- G. S. - começando - Entrei no boteco sozinha...
- R. B. - e pedi aquela gelada
- B. - quando ao olhar para o lado
- G. S. - (como o Bruno se excedeu nas palavras...)
- W. - mulher, que vinha em...
- C. - Vi uma ... minha direção e então
- G. S. - perguntou se eu era...
- G. S. -perguntou se eu era...
- W. - a pessoa que ela
- J. - estava procurando pra começar
- B. - uma profunda conversa sobre
- G. S. - as possíveis influências da...
- R. B. - tradição reformada e a bebida
- G. S. - na vida sexual das...
- W. - das traças que corroem...
- J. P. - ...a igreja por dentro...
- W. - e que levam a
- B. - IPB chegar nesse nivel
- G. S. - de incapacidade intelectual filosófica...
- W. - fundamentalista, que radicaliza nas...
- B. - decisões sobre assuntos que...
- W. - realmente importam para o .... (detalhe esse papo esta com pouca gente né, tá quase um diálogo)
- j. - convívio mútuo de fé...
- W. - cristã, reformada e não....
- R. B. - esqueça minha cerveja garcon!
- G. S. - Nesse momento chegou o...
- J. P. - ...Nicodemus com a "tropa de choque" Solano - Meister...
- W. - e poucos foram que mantiveram sua fé..... (já que é pra postar mais de 4 palavras....rs)
- G. S. – OFF contem só quatro palavras, se não, não tem graça...
- J. P. - ...depois de ouvir o...
- G. S. - discurso insano do puritano...
- R. - pedi uma cachaça pra...
- G. S. - esquecer todas as baboseiras...
- j. - e continuar a viver...
- R. B. - em livre-abertura ao futuro!
- J. - e livre-abertura para si
- W. - bebendo sem preconceito e.....
- J. P. - desfrutando da liberdade cristã...
- G. S. - ... mas então, o garçom...
- W. - chega e pergunta:...
- R. B. - Mais um chopp Sr?
- G. S. - E eu, meio que...
- Wilmar - sem jeito respondo....-
- J. P. - mais um pra todos!!...
- W. - eu enfatizo mais....
- B. - traga bem gelado, pois
- j. – boteco ...eu preciso disso...
- W. - para continuar vivendo...
- R. B. - e desfrutando dessa...
- Wilmar - devassa, vamos pra lá?
- D. M. - com certeza, se...
- G. S. - não aparecer nenhum fundamentalista...
- C. - com as mesmas conversas
- D.M. - mas depois quando...
- W. - vemos a verdade ela nos......
- W. - .......................................iic
- A. - acho que vou vomitarrrrraahhhgggg.....
- W. - comuniar o que? fala ai.........ic
- F. - a palavra da verdade....
- W. - e qual é a verdade?
- F. - SÓ CRISTO SALVA!!! A VERDADE É QUE SÓ CRISTO SALVA!!!
- R. B. - aleluia!
- F. - acabou? acabou o papo... tava taum legal....
- R. B. - acabou cerveja. mais uma?
- JR - Sim e dois copos...
- W. - mais outra e outra tulipa
- R. B. - copo americano pra mim :)
Ao analisar a comunidade tenho duas possibilidades de interpretação.
A primeira é que se trata realmente de uma brincadeira, sem graça e sem objetivo, por conhecer o idealizador da comunidade, pessoa séria e comprometida.
Porém o desenrolar da brincadeira tomou dimensões totalmente diferentes daquela protagonizada pelo autor ou mesmo do sentido inicial da brincadeira.
Depois, entendo que boteco é um estabelecimento comercial, muito popular, onde se servem bebidas, mas também lanches e eventualmente pratos simples. O boteco é também conhecido como taberna, bar e botequim. Na nossa cultura carioca, o boteco é o ponto de encontro ideal para os funcionários das empresas, encontros de amigos, para comemorar – com mesa farta, bom-humor e a alegria de viver.
A segunda possibilidade que vejo na comunidade, refere-se a uma crítica as estruturas e a teologia da IPB, e assim os membros da comunidade titubeiam, não sei se foi de propósito ou não, entre o fundamentalismo e o liberalismo/mundanista, entre a liberdade e a libertinagem, entre a ortodoxia e a neo-ortodoxia, entre a fé reformada e outras formas de se expressar a fé, entre as decisões impostas e a liberdade da igreja de tomar parte nas decisões.
E quando os membros falam da Cerveja Alemã e Americana, com toda certeza devemos entender o crescente liberalismo teológico e o mundanismo que tem se infiltrado as igrejas brasileiras.
À primeira vista quando naveguei nesta comunidade, fui acometido de uma tremenda raiva, revolta, mas depois de pensar e analisar e verificar o perfil dos usuários, que, a propósito são de diversas regiões brasileiras, pensei que há um grupo jovem procurando algo mais que formulas filosóficas/teológicas.
Quando a filosofia se infiltrou no cristianismo, o modernismo Alemão que posteriormente infectou as grandes denominações nos Estados Unidos, as heresias surgidas neste período se encarnaram nas doutrinas fundamentais da Palavra de Deus dando origem ao dogma do modernismo do século XX e XXI, tais como:
- A teologia bíblica como resultado de um processo evolutivo da raça humana;
- Negação dos milagres;
- A interpretação alegorica das Escrituras, algo tão antigo e que na roupagem do liberalismo e do racionalismo tomam dimensões negativas quanto a fé, por exemplo, Adão e Eva não existiram, O Dilúvio não aconteceu; José, filho de Jacó, não existiu;
- Muitos eventos do Antigo Testamento são apenas mitos.
- A evidência da humanidade de Jesus em detrimento da sua divindade (Jesus Histórico);
- As narrativas dos Evangelhos não são factuais,
- A teologia da preconização
- A Teologia relacional
- Pragmatismo religioso (nada se cria, tudo se copia);
Portanto, não posso concordar com essa turma quando afirmam que os líderes alvos do bate-papo são enquadrados como fundamentalistas. Na verdade eles não sabem o que estão dizendo. Não há fundamentalista na Igreja Presbiteriana do Brasil como também não há liberal. Todos somos presbiterianos, de fé reformada, o nobre professor Sebastião M. Arruda afirma com sabedoria: “A Fé Reformada deu-nos:
a) a Bíblia em nossa língua materna;
b) o direito de cultuar conforme a nossa consciência;
c) a prática apostólica da pregação do Evangelho;
d) desenvolvimento da ciência.Portanto, essas quatro características devem estar sempre presentes na pregação Reformada, e é a integração delas que vai produzir o seu caráter mais importante e singular.
Alguém já disse que a Fé Reformada tem sido chamada de “doutrina de ferro”, e que mesmo isso não sendo um elogio, tem que ser admitido que ela tenha produzido homens com caráter de aço: Calvino, Kuyper, Cromwell, Knox, etc.
A Teologia de Calvino foi responsável pelo despertamento religioso da Escócia. Foi a doutrina de Calvino, sobre o estado como servidor de Deus, que estabeleceu a idéia de governo constitucional e que conduziu ao reconhecimento dos direitos e liberdades dos súditos.
Foi a Fé Reformada que valorizou a mulher, que incrementou a educação e o preparo de homens para melhor servir na comunidade. É duvidoso que algum teólogo tenha desempenhado um papel tão significativo quanto o de Calvino na história mundial...
Só a Fé Reformada pode de modo coerente, sustentar a soberania absoluta do Senhor. Talvez alguém possa objetar que a Fé Reformada é dualista, porque mantém a tensão entre Deus e o homem. Mas é exatamente essa tensão que explica que a Fé Reformada não é dualista. As duas partes, Deus e o homem, não estão no mesmo nível. Deus é Criador, e o homem é Sua criatura.
Assim, de modo coerente, posiciona-se a Fé Reformada: “Porque crê que Deus é verdadeiramente Deus, crê, também, que só a Palavra de Deus é regra de fé e prática; por conseguinte, vê o homem como a Bíblia diz que ele é: uma criatura de valor, feita à imagem e semelhança de Deus, vice-gerente de Deus na terra, responsável pela administração das obras das mãos de Deus, contudo caído e morto em pecado, incapaz até mesmo de desejar o bem.” (ARRUDA: O Presbiteriano Conservador na edição de Nov/Dez 1995).
Entendo que preciso tomar pelo menos duas posições, como pastor e líder da Igreja:
1. Dar aos jovens as condições de sentirem o gosto, a alegria de serem crentes, do encontro com Deus, e da alegria de pertencerem à Igreja, de conhecerem bem os fundamentos da nossa fé e por outro lado, de colocarmos o dinamismo, a alegria, a esperança, o serviço e a missão da igreja;
2. Estimular os jovens para se colocarem à disposição de Deus no serviço ao mundo, do crescimento e da superação das situações complicadas, seus dons, talentos, alegria e fé.
Soli Deo Gloria
*Rev. Ashbell Simonton Rédua – Bacharel em Teologia pelo Seminário Presbitério do Norte (Recife-PE), em 1989, Bacharel em Teologia com Especialização em Capelania, pelo Seminário Teológico Evangélico do Nordeste (Recife-PE), 1990, Bacharel em Teologia pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo (2006), Especialização em Bíblia pelo Centro de Pos-Graduação Andrew Jumper, Graduando em Direito pela Centro Universitário Plínio Leite, e Especializando em Direito Ambiental pela Universidade Gama Filho Currículo completo http://lattes.cnpq.br/9018318255138280

16 comentários:

Douglas Diniz disse...

Olá Rev. Simonton. Parabéns, são informações assim que precisamos, pois estamos à frente de um povo livre, porém com responsabilidades e deveres junto ao Pai e para poder demonstrar nossa liberdade, junto ao mundo.
É uma pena utilizar uma comunidade para chatear ao invés de propagar a Palavra de Deus. Somos livres, Deus nos deu isso não para profanar mas para levar adiante a Palavra salvífica de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Deus seja louvado através da sua vida.
Em Cristo.
Pb. Douglas Diniz.
acesse meu blog http://douglasdiniz.blogspot.com

Pr Afonso Celso de Oliveira disse...

Ola Simonton,

Me alinho ao teu pensamento. Acredito ser este tipo de comunidade um deboche contra a IPB. Infelizmente a gurizada tem confundido muito a liberdade com a libertinagem, e para eles, qualquer um que se oponha ao seu "modo de vida" deve ser queimado com os titulos com tom de carater pejorativo tipo "fundamentalistas" e "puritanos".
Creio que o Orkut é um espaço democratico para diversos tipos de opiniões e manifestações livres. O que surpreende não são em si as posições de A ou B, mas o fato de muitos se declararem presbiterianos e manifestarem uma conduta rebelde, soberba e debochada. Algo que não combina de forma alguma com a tradição cristã e, particularmente, presbiteriana.
Abraços meu irmão!

Danilo Werner Aguiar disse...

Ola rev.Simonton..
Diante dos fatos so me vem a mente o que Paulo disse aos romanos 2.24: "Porque, como está escrito, o nome de Deus é blasfemado entre os gentios por causa de vós."
Neste sociedade pos-modernista na qual vivemos, o tentador tenta ludibriar e confundir os escolhidos do Pai e muitas vezes cedemos a pressoes e conceitos antes inimaginaveis mas que se normatizam diante do chamado egocentrismo humano. Quando em nossa mente as certezas se enfraquecem e as duvidas se enriquecem pode ter certeza de que ali há pecado ali há o dedo do diabo.Precisamos sim é uma nova reforma, agora nao contra os catolicos como foi a reforma protestante, mas contra o pós-modernismo e suas consequencias no povo de Deus.Se ler a Biblia e te-la como unica regra de fé e pratica e/ou ter Deus como Soberano em nossas vidas e detentor dela for chamado de fundamentalismo, sou sim fundamentalista.Pois sei que em Deus nao há duvidas ou mutabilidade, sei que Ele sempre quer o melhor para nós e que é o unico capaz de nos fazer felizes. Chega dessa mornidão a qual vivemos, Deus está a ponto de vomitar a todos nós. Voltemos para Deus, voltemos para o primeiro amor. Graça e paz a todos voces nacao escolhida. Se nao nos conhecermos aqui com certeza nos veremos na gloria eterna de nosso Pai.
Danilo Aguiar - Cuiaba MT
http://daniloaguiar.blogspot.com/

WAS disse...

Bom dia,

Gostaria de saber, pois não entendi qual o objetivo deste e-mail?

Me senti mau em ler, não pelo fato de participar, mas pela forma como foram eu e as demais pessoas que pertence a esta comunidade expostas. Me senti um pouco julgado e setenciado.

O Senhor fez algumas afirmações, que se tormam verdades absolutas, principalmente para as que não vão questionar o que foi postado pelo Sr.

“...fazendo apologia a favor da bebida,...”


“...E quando os membros falam da Cerveja Alemã e Americana, com toda certeza devemos entender o crescente liberalismo teológico e o mundanismo que tem infiltrado as igrejas brasileiras...”

“...Não há fundamentalista na Igreja Presbiteriana do Brasil como também não há liberal...”

Não entendi as declarações, mas uma coisa posso lhe dizer, há fundamentalistas na IPB, e sei disto pois conheço pessoas que assim se afirmam, e elas sabem muito bem o que estão dizendo.

Liberais realmente na IPB não há, a não ser que beber é ser liberal, o que não podemos ser é asceta. (espero ter escrito certo)

Posso até estar errado mas, acho que o Sr. foi determinista em suas afirmações.

Sou professor, seminarista, presbítero, amo minha igreja, vivo em perfeita hamonia com minha comunidade, buscando o mesmo que a igreja primitiva buscou, uma vida em comunidade, crescendo em oração, em vida de comunhão, perseverando na sã doutrina e atesto que muitos dos que ali estão nesta comunidade também vivem e buscam o mesmo. Limitar algumas questões como sendo marca de liberalismo, acho muito determinista.

Não há ali gurizada, muito pelo contrário quem entrou ali é gente humilde, honesta que busca em sua vida o nosso Deus único e verdadeiro que enviou o seu filho Cristo Jesus em favor da humanidade.

Muito pelo contrário, o que ocorre ali é que somos atacados por todos que acham que estamos sendo rídiculos, para não usar outra expressão, vivemos ali em perfeita alegria, que só desentoa quando alguém entra ali para se manifestar contrário, e como já afirmei ninguém ali faz apologia a bebida ou a qual quer outro produto. Não ganho e nunca ganhei nada de empresa alguma pra ficar fazendo isso.

Amado Pastor, desculpe a minha ignorância e perdão se estou sendo atrevido com este comentário, mas realmente não compreendi a intensão desta sua carta (pois recebi em primeiro em e-mail). Tenho certeza que não quis expor as pessoas, mas o fez, sei que não quer mau as pesssoas mas pode ter feito de forma indireta.

Porque não postar também o que as pessoas falaram de nós, as palavras esdruxulas que foram imputadas a nós?

O post apontado aqui é um entre tantos outros, é realmente uma brincadeira um papo, quantas vezes nós jogamos papo furado, o Sr. pode não gostar tem todo o direito.

Mas vamos ser coerentes então, vamos apontar todas as falhas que existem em nosso entorno? Será que é pra isso que Deus me fez?

Examine a si, ou a todos?

Nem todos que leram vão ter dicernimento em separar algumas questões. Essa é a minha preocupação.

Mais uma vez me desculpe se estou sendo abusado.

Sou um servo do Senhor que busco fazer a sua obra.

Que a Graça e Paz de nosso Deus e Filho amado superabunde em nossos corações!

Soli Deo Gloria

Creio que JESUS voltará. E você? disse...

I Comentário 1.1 diz o seguinte: Expor ao ridículo a marca (logotipo) da Instituição Presbiteriana, o nome IPB(oteco) é afrontar de modo direto a marca sem direito de uso. É explorar mal algo que não lhe pertence. A Instituição deve ser levada mais a sério. Querem farrear, beber, "sacanear"... façam... mas usem nomes pessoais, sem se importar com quem não concorda com sua opinião... mas não usem (roubem) a MARCA, mesmo pintando de vermelho e colocando uma carinha... eu, se fosse estes que gostam de satirizar, usaria a criatividade e criaria uma outra marca... pois se acham tão expertos... sei que apóio o Pr. Ashbel... mas sugeriria retirar os nomes dos tais "beberrões" que querem justificar seus métodos... depois disso, vivam.

Anônimo disse...

Olá,

Sou a fundadora da comunidade IPBoteco e gostaria de comunicar que o logotipo da IPB foi eliminado. Agora, da mesma forma como retirei a logo, gostaria que fosse retirado o link para a comunidade q fundei, com inntenções que o rev. desconhece e não tem o direito de julgar precipitadamente os irmãos e expô-los assim desta maneira. Já fomos importunados o suficiente. Por favor, peço que remova o link postado neste blog. Não tenho nada mais a declarar, não devo explicações, apenas peço educadamente a remoção do link como educadamente removi a logo da logo, PARE DE NOS EXPÔR.

A Paz!

Charles disse...

Rev. Ashbell,

Muito boa a sua análise. Não é só essa comunidade que reflete tendências inclusivistas. Na comunidade "Igeja Presbiteriana do Brasil", que exibe a logomarca da IPB, freqüentemente o evolucionismo é defendido, a doutrina da inspiração da Escritura é rechaçada, os milagres são negados, a autoria mosaica do pentateuco é refutada e até o homossexualismo é defendido. Sexo antes do casamento, há quem defenda, e não são poucos, e entendem que esse assunto já é ultrapassado. Quem se opõe é taxado de "fundeca", "fundamentalista", "puritânico", etc. Lamentável é que eles carregam o nome da IPB e assim denigrem nossa imagem diante dos desavisados.

Parabéns pelo Blog!
Charles

Charles disse...

Sem querer ofender, mas quem se expôs foi o fundador do IPBoteco e seus participantes.

garotinha disse...

Ah, Sr. Charles, é uma comunidade de amigos, e lá todos se entendem. Seus irmãos da IPB e vc tem que aceitá-los e amá-los.

folton nogueira disse...

Rev. Simonton;

Parabéns. Tanto pela coragem de tocar nesse nervo exposto como pelaposição bíblica de não confundir liberdade com libertinagem.

Precisamos usar todos os meios de comunicação a favor do reino de Deus e não contra. Muito menos "ajudar" o inimigo semear joio no trigal do Senhor.

ab
Fôlton

Anônimo disse...

Não tinha visto, jamais, algo parecido! Brincadeira? Ai que saudades dos tempos em que os jovens brincavam, conversavam e viviam a Palavra, respeitando a Deus, que foi quem instituiu a Igreja. Hoje muitos jovens vivem a vida cristã indo à Igreja para ver amigos e não para verem a Deus, a quem devemos o respeito, a honra e a glória. Uma pena. Não sei quem foi o autor dessa 'brincadeira' de mau gosto extremo, mas se for membro de alguma Igreja Presbiteriana que ele tanto debocha, deveria se aplicar o disposto no art. 42 do CD (quem tiver conhecimento deve apresentar a denúncia, para que um tribunal os julgue = talvez assim conheçam a Igreja a que pertencem). Caso contrário amanhã estarão divulgando uma conversa num 'motel', num 'prostíbulo', numa 'boca de fumo'... Que horror! Somente a Deus a glória!

Pr Afonso Celso de Oliveira disse...

Em tempo... a expressão gurizada não é pejorativa. Aqui no Sul é comum chamar os jovens de guris. Quando se fala gurizada é equivalente a rapaziada, a moçada, a galera, expressões tipicas de identificação da juventude.
Isto é claro e explicito.

Ed disse...

Apesar de não concordar com esse tipo de comportamento ou "brincadeira" (bastante inconveniente por sinal) não acho tão dramática assim a questão da bebida, uma vez que o "Reino de Deus não é bebida nem comida". Claro que isso é muito diferente de transformar a IPB em um boteco.

O que mais me chama a atenção no entanto, é essa postura contra a firmeza nas Escrituras, vulgarmente taxada de "Fundamentalismo".

Saibam os participantes do "boteco" que o Senhor Jesus era "fundamentalista", assim como os apóstolos e todos os demais verdadeiros servos de Deus.

A propósito, também é muito interessante ver a falta de reverência ao anunciar que "Só Cristo Salva' entre os soluçõs (ic!!) da bebedeira.

É acho que vou ter uma ressaca...

Ed

Gui disse...

Caríssimo reverendo, eu retirei a foto querendo evitar mais perseguição, agora por favor, cumpra com a sua parte, retire o link. O senhor não está agindo corretamente. Eu já pedi milhares de vezes, e caso não retire, pelo fato de ser uma comunidade pública, eu também voltarei a exibir a logo que afinal, a IPB de certa forma tb é pública.

Ashbell Simonton Rédua disse...

No 1º semestre deste ano, fui convidado a falar no acampamento de adoslescentes, organizado por irmãos da 1ª Igreja Presbiteriana de Niteroi. O meu tema foi o Jovem e a Bebida. Os organizadores do evento estavam preocupados com esta questão, e, também aqueles adolescentes, mais ou menos 100 deles. Muitas questões foram levantadas, e buscamos na Palavra do Senhor as respostas as indagações e dúvidas surgidas.
Então irmãos quando, quando visitei a comunidade IP Boteco, não foi por que fiquei procurando no orkut, mas foi porque vários jovens e mesmos outros irmãos estavam manifestando algo.
Me admira muito alguns comentários preservados aqui no blog, e penso que há muito o que fazer na Igreja. Será que perdemos a santidade...ou aquele modo de viver a vida cristã ensinada pelo Senhor Jesus...ou os princípios da Fé Reformada. Será que entendi bem...?
Há algo a ser feito, e precisa ser feito, contudo não podemos esquecer de que o amor não pode levar ninugém a se conduzir incovenientemente.
Hoje recebi um texto de Sergio e Magali Leoto que afirmam:
Santificação Não é Opcional
. MOMENTOS PREOCUPANTES

Estamos vivenciando, nos últimos anos, um momento
extremamente preocupante.

Uma parte significativa do povo evangélico "parece"
comprometida com o Senhor, pois chega a lotar estádios, principalmente para
eventos musicais do meio gospel. No entanto, existem princípios bíblicos que
estão sendo ABSURDAMENTE mesclados com conceitos contrários à Palavra de
Deus. Esta é a prática na vida de muitos adolescentes, jovens e adultos que
se dizem cristãos.

A "convivência pacífica" com o pecado é justificada
com afirmações do tipo: "Hoje em dia isso é normal! Todo mundo faz! Não seja
fechado a novas idéias!" É verdade que sempre existem pessoas fiéis, em
grande número (graças a Deus!). Mas como é sempre maior e mais atraente a
propaganda do que é errado, em pouco tempo "fidelidade ao Senhor" será
"artigo raro no mercado".

Veja algumas frases que ouvimos de jovens e adultos,
durante nossas viagens ministrando cursos em igrejas evangélicas por quase
todo o Brasil:

- "Gosto de ser desejada e fazer com que os outros
me achem sensual; por isso é que me visto com roupas provocantes".

- "Colar em uma prova, não tem nada a ver com a
minha vida espiritual. Aliás, quem não cola, não sai da escola".

- "Não vejo problema em ir ao motel com minha
namorada. Muitas pessoas da mocidade de minha igreja fazem isso".

- "Declarar corretamente o Imposto de Renda? Por que
eu vou ser o "certinho", quando tão pouca gente age assim?"

- "Paguei o aborto da minha namorada. Afinal, eu
tinha que realizar meus sonhos profissionais e não era o momento de ser
pai".

- "Meu filho é da Igreja e veio comunicar-me que vai
morar junto com a namorada! O que eu falo para ele?"

- "Descobri agora que meu marido, (líder da Igreja),
manteve duas famílias durante muito tempo do nosso casamento".

- "O pastor fundador da Igreja, roubou durante 5
anos a caixa de ofertas, foi descoberto e fugiu!"

Agora, o que vocês acham? Nossas preocupações têm ou
não fundamento? É bom frisar bem: as declarações acima vieram de pessoas que
freqüentam igrejas evangélicas de todas as tendências (tradicionais e
renovadas), das mais variadas classes sociais!

Algumas pessoas crêem que podem fazer um jogo-duplo
diante de Deus. Quando estão na igreja, agem como "santos". Durante a
semana, acham que não precisam viver o Evangelho. Estas pessoas estão
equivocadas, porque a Santidade de vida não é opcional aos filhos de Deus.
Não posso ser santo hoje e amanhã achar que não preciso ser.

Não se trata de ser fanático por santidade, mas sim
de ser coerente com o que a Bíblia diz. Ela nos mostra que Santificação é
básica e também revela como anda o caráter daquele que se aproxima de Deus

2. PASSAGENS ABSOLUTAMENTE CLARAS

* Hb 12:14 : "Segui a paz com todos, e a
santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor".

Aqui temos a declaração aberta e radical, de que sem
santificação ninguém verá a Deus. Você tem amigos que se dizem convertidos e
levam a vida como o diabo gosta ? É bom mostrar-lhes esta passagem, para que
resolvam em que "time" vão ficar: no de Deus ou no de Satanás. Jesus deixou
claro isto, quando disse que "ninguém pode servir a dois senhores"
(Mt.6:24).

* 1 Pe 1:14-17 : " Como filhos da obediência, não
vos amoldeis às paixões que tínheis anteriormente na vossa ignorância; pelo
contrário, segundo é Santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também
vós mesmos em todo o vosso procedimento, porque escrito está: Sede santos,
porque Eu sou Santo. Ora, se invocais como Pai aquele que sem acepção de
pessoas, julga segundo as obras de cada um, portai-vos com temor durante o
tempo da vossa peregrinação".

Esta passagem mostra que, se agora obedecemos a
Deus, não podemos praticar as mesmas coisas erradas, como fazíamos antes de
entregarmos nossas vidas a Cristo. Nosso procedimento diário tem que seguir
o padrão daquele que nos chamou: o próprio Deus. Ele é Santo e exige que
seus filhos também o sejam, em seu viver: "Sede santos" - está no
imperativo.

* 1 Ts 4:3-8 :"Pois esta é a vontade de Deus, a
vossa Santificação: que vos abstenhais da prostituição, que cada um de vós
saiba possuir o próprio corpo em santificação e honra, não com o desejo de
lascívia, como os gentios que não conhecem a Deus, e que nesta matéria,
ninguém ofenda nem defraude a seu irmão, porque o Senhor, contra todas estas
coisas, como antes vos avisamos e testificamos claramente, é o vingador,
porquanto Deus não nos chamou para a impureza e sim em santificação.
Destarte, quem rejeita estas coisas não rejeita ao homem, e sim a Deus, que
também vos dá o seu Espírito Santo".

Quando entendemos que neste texto, a palavra
prostituição significa "toda imoralidade em pensamento ou ação", lascívia
significa "desejo exagerado por sensualidade" e também, defraudar tem o
sentido de "usar o corpo sensualmente para trapacear e enganar", não temos
dúvidas quanto ao que Deus quer de nós: a Santificação deve controlar nossas
emoções !

* 1 Co 6:9-11 : "Ou não sabeis que os injustos não
herdarão o reino de Deus ? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem
adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem
bêbados, nem maldizentes, nem roubadores entrarão no reino de Deus. Tais
fostes alguns de vós; mas vós vos lavastes, mas fostes santificados, mas
fostes justificados em o nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso
Deus".

Deu para entender que no céu haverá lugar para EX -
alguma coisa? Ex-prostituta, ex-adúltero, ex-efeminado, ex-ladrão etc. desde
que tenham, em arrependimento, se aproximado do Senhor, confessado e
abandonado a prática dos seus pecados (1Jo.1:9).

Deu para entender também, que aqueles que quiserem
continuar com as práticas descritas na passagem, não entrarão no reino do
Céu? Parece que esta passagem não tem sido muito estudada ultimamente. É
compreensível, pois "tocar em feridas" não traz muita popularidade!

* 1 Ts 5:22-23:"Abstende-vos de toda forma de mal. O
mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo,
sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus
Cristo".

Esta passagem mostra que Deus vai nos ajudar neste
processo de Santificação. No entanto, temos a nossa parte a realizar:
decidir fugir do mal e resistir ao diabo (Tg.4:7) ! A força para derrotá-lo
virá de Deus, mas a decisão de resistir ao que é errado e de levar Deus a
sério no dia a dia, é nossa!

3. SANTIFICAÇÃO MOSTRA COMO ANDA O CARÁTER

A palavra "CARÁTER", no Dicionário Aurélio, é
definida como "firmeza, coerência de atitudes, domínio próprio". É evidente
que a Ética torna-se a preocupação principal. Portanto, a FALTA de CARÁTER,
pode ser traduzida como: falta de firmeza, falta de coerência nas atitudes e
falta de domínio próprio.

No meio chamado de "secular", ou seja, com as
pessoas com quem trabalhamos, estudamos, ou na conversa com amigos não
convertidos, a FALTA de CARÁTER é traduzida por eles como FALTA DE VERGONHA
NA CARA. No meio cristão, quando irmãos em Cristo têm problemas de caráter,
nós traduzimos este fato, na maioria das vezes, como FALTA DE SANTIFICAÇÃO.

Ultimamente, percebemos por parte de alguns irmãos,
a vivência de um Cristianismo Existencialista, do tipo: "se eu sinto desejo,
não há nada de errado em fazer". Só que o próprio Deus alerta em Jr.17:9-10,
que o coração humano é "enganoso e desesperadamente corrupto". Confiando nos
próprios instintos, o homem pode acabar fazendo o que desagrada ao Pai. O
Senhor nos diz que somente Ele é capaz de sondar os nossos pensamentos, para
"dar a cada um segundo o seu proceder, segundo o fruto de suas ações".

Os adeptos deste Cristianismo Existencialista,
querendo fugir do "legalismo danoso" de algumas comunidades (principalmente
quanto à rigidez nos usos e costumes de roupas, cosméticos etc), acabaram
indo para o extremo oposto, achando que não precisamos de limites para nada.
O que temos, é uma verdadeira "avalanche" de maus testemunhos, de pessoas
que se dizem convertidas mas não pagam suas dívidas, achando que podem fazer
"pequenos roubos" onde trabalham (lápis, caneta, papel, tempo etc), e alguns
com registros na Polícia por bebedeira, vadiagem e até assédio sexual. A
FALTA DE SANTIFICAÇÃO DEIXA EVIDENTE A QUEDA DO CARÁTER.

Esta atitude, certamente está irritando o coração de
Deus. Se não houver arrependimento e mudança de atitude, o histórico bíblico
nos mostra que em breve o Senhor virá com juízo (Pv.29:1- O homem que muitas
vezes repreendido endurece a cerviz, será quebrantado de repente, sem que
haja cura.)

4. CARACTERÍSTICAS DO CRISTÃO SEM SANTIFICAÇÃO

Vamos tomar como texto base Salmo 50:16-22 , onde
Deus usa Asafe para falar ao Seu Povo (v.1,5,7). O Senhor dá uma sonora
"bronca" em Seus filhos, comparando sua atitude com a dos "ímpios", o que
equivaleria a chamá-los de "não convertidos". Notemos quais são as
características destes "despreocupados" com relação a uma vida santificada:

4.1 CONHECEM BEM A BÍBLIA, MAS NÃO A PRATICAM
(v.16-17)

"Mas ao ímpio diz Deus: De que te serve repetires os
meus preceitos e teres nos lábios a minha aliança, uma vez que aborreces a
disciplina e rejeitas as minhas palavras?"

No Novo Testamento, Jesus diz em Jo.14:21 :"Aquele
que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; (...)". No
final do Sermão da Montanha (que é a seleção das principais doutrinas
pregadas por Cristo), o Senhor nos diz que "todo aquele que ouve estas
minhas palavras e não as pratica, será comparado a um homem insensato, que
edificou a sua casa sobre a areia;(...)" (Mt.7:24-27).

4.2 ASSOCIAM-SE AOS QUE AGEM ERRADO (v.18)

"Se vês um ladrão, tu te comprazes nele, e aos
adúlteros te associas".

Não é apenas neste Salmo, que temos a exortação de
Deus para nos distanciarmos de pecados como os mencionados. Entre outros
livros do N.T., o livro de Colossenses afirma:

Cl 3:5-7:"Fazei, pois morrer a vossa natureza
terrena: prostituição, impureza, paixão lasciva, desejo maligno e avareza,
que é idolatria; por estas cousas é que vem a ira de Deus (sobre os filhos
da desobediência). Ora, nessas mesmas cousas andastes vós também, noutro
tempo, quando vivíeis nelas".

Nesta passagem Paulo mostra algumas áreas que temos
de nos afastar, mas que, no entanto alguns acabam sentindo-se atraídos, e
acabam se associando a quem também age desta forma:

a) IMORALIDADE SEXUAL: no texto, PROSTITUIÇÃO (do
grego "pornéa": toda imoralidade), IMPUREZA e PAIXÃO LASCIVA.

b) DESEJO MALIGNO: querer levar vantagem em tudo e a
qualquer custo, mesmo que seja necessário prejudicar alguém.

c) REBAIXAR A DEUS: tirar o Senhor do 1o. lugar de
nossa vida, para dá-lo a qualquer coisa (dinheiro, no caso da passagem, que
denomina a AVAREZA como um pecado) ou pessoa (seja um namorado, parente, ou
alguém que admira), é considerado IDOLATRIA.

4.3 USA SUA LÍNGUA PARA O MAL (v.19-20)

"Soltas a tua boca para o mal e a tua boca trama
enganos. Sentas-te para falar contra teu irmão, e difamas o filho da tua
mãe".

Novamente concordando com a passagem do Salmo 50, o
apóstolo Paulo, em Cl.3:8-9 aponta-nos outras áreas, que devemos nos afastar
:

"Agora, porém, despojai-vos, igualmente, de tudo
isto: ira, indignação, maldade, maledicência, linguagem obscena do vosso
falar. Não mintais uns aos outros, uma vez que vos despistes do velho homem
com os seus feitos".

a) VIOLÊNCIA NO FALAR: As palavras IRA, INDIGNAÇÃO e
MALDADE, mostram uma seqüência desastrosa, verificada em muitas conversas de
irmãos sem domínio próprio para conversar.

b) FALAR MAL DOS OUTROS: no texto, MALEDISCÊNCIA.
Torna-se um vício difícil de ser controlado. Na frente da pessoa, trata-se
de uma forma; quando ela vira as costas, o comentário é outro. Jesus diz em
Mt.5:37: "Seja a tua palavra SIM, SIM e NÃO, NÃO. O que passar disso, é de
procedência maligna". Falou SIM na frente? Diga o mesmo pelas costas.

c) PALAVRÕES: ou como na passagem, LINGUAGEM
OBSCENA. Têm alguns irmãos, que não vêem nisto o menor problema. Acham que é
um desabafo, ou que o sentido de alguns palavrões está tão popularizado, que
até já passaram para os dicionários (você também já ouviu este papo?).
Alguns afirmam que é costume de criança e até de família! Tratam tão bem do
"palavrãozinho", que parece um "animalzinho de estimação". Mas qual é a
avaliação de Jesus? "A boca fala do que está cheio o coração" (Lc.6:45). O
conteúdo dos palavrões gira em torno de MALÍCIAS, OFENSAS e IMORALIDADES.
Quem tem o Espírito Santo, não pode se alegrar em ter no coração estas
"qualidades".

d) MENTIRA: lembra daquela história do "fala que eu
não estou!", ou então a desculpa de que foi uma "mentirinha branca" (como se
existissem as amarelas, vermelhas ou azuis)? O nome disso é PECADO!
Precisamos aprender a chamar o pecado pelo nome. Precisa de arrependimento,
confissão e parar com a sem-vergonhice da MENTIRA! Cristo nos diz em
Jo.8:44, que o diabo é mentiroso e o pai da mentira. Este é o pai que você
quer representar enquanto viver?

4.4 NÃO TEME A DEUS (v.21-22)

"Tens feito estas coisas e eu me calei; pensavas que
eu era teu igual: mas eu te argüirei e porei tudo à tua vista. Considerai
pois nisto, vós que vos esqueceis de Deus, para que não vos despedace, sem
haver quem vos livre".

Afastar-se da santificação, é um sinal claro de que
o temor a Deus está em baixa! Alguns cometem um erro de avaliação que é
terrível, achando que o Senhor dos Exércitos é um ancião parecido com "Papai
Noel", que não enxerga direito e só quer distribuir presentes! A Bíblia fala
muito do Amor, da Graça e da Bondade de Deus (pois Misericórdia e
Benignidade fazem parte do caráter de Deus). Mas também fala da Sua Justiça
e Severidade (Rm.11:22 "Considerai pois a bondade e a severidade de Deus").

Você está cansado de andar longe de Deus? O Senhor
quer lhe receber, abraçar, perdoar e restaurar os caminhos (2 Cr.7:14 : "se
o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e
se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, perdoarei os
seus pecados e sararei a sua terra"). Entretanto, aqueles que quiserem
continuar com o mau testemunho costumeiro, sem ouvir os avisos dos irmãos
fiéis e os alertas da Palavra, vou dar um aviso: VOCÊS ESTÃO EM ROTA DE
COLISÃO COM DEUS !

Sl.50:22 : "Considerai, pois, nisto, vós que vos
esqueceis de Deus, para que não vos despedace, sem haver quem vos livre".

Eu não creio que haja muitas pessoas, em toda a face
da terra, que gostariam de estar nessa desconfortável situação! Para
concluir, lembre-se: A BUSCA pela SANTIFICAÇÃO e pelo BOM CARÁTER não são
opcionais; são (muito mais que um dever), CARACTERÍSTICAS BÁSICAS de quem
realmente entregou sua vida a Jesus !

WAS disse...

Rm 14
12 Assim, pois, cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus.
13 Não nos julguemos mais uns aos outros; pelo contrário, tomai o propósito de não pordes tropeço ou escândalo ao vosso irmão.
14 Eu sei e estou persuadido, no Senhor Jesus, de que nenhuma coisa é de si mesma impura, salvo para aquele que assim a considera; para esse é impura.
15 Se, por causa de comida, o teu irmão se entristece, já não andas segundo o amor fraternal. Por causa da tua comida, não faças perecer aquele a favor de quem Cristo morreu.
16 Não seja, pois, vituperado o vosso bem.
17 Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo.
18 Aquele que deste modo serve a Cristo é agradável a Deus e aprovado pelos homens.
19 Assim, pois, seguimos as coisas da paz e também as da edificação de uns para com os outros.
20 Não destruas a obra de Deus por causa da comida. Todas as coisas, na verdade, são limpas, mas é mau para o homem o comer com escândalo.
21 É bom não comer carne, nem beber vinho, nem fazer qualquer outra coisa com que teu irmão venha a tropeçar ou se ofender ou se enfraquecer.
22 A fé que tens, tem-na para ti mesmo perante Deus. Bem-aventurado é aquele que não se condena naquilo que aprova.
23 Mas aquele que tem dúvidas é condenado se comer, porque o que faz não provém de fé; e tudo o que não provém de fé é pecado.

Sobre Jesus ser fundamentalista, bem no tempo de Cristo aplicarmos o nosso conhecimento ele seria um liberal, por alguns, já que fez coisas que um fundamentalista realmente não faria.